Allison Stokke conquistou uma fama inesperada e indesejada graças a uma única foto

Allison Stokke era uma atleta de salto com vara como outra qualquer até meados de 2007, quando a foto acima mudou sua vida, transformando a norte-americana em uma musa do atletismo dos EUA. Curiosamente, a bela morena nem sequer sabia da existência da imagem até que um amigo avisou que a foto em questão se espalhava pelos computadores norte-americanos.

A imagem da bela morena ajeitando seu cabelo enquanto se prepara para mais um salto é a razão de uma fama inesperada e, principalmente, indesejada para a garota da Califórnia. “Eu trabalhei tanto para o salto com vara e com tudo isso acontecendo é como se meu esforço não valesse nada. Ninguém nota isso”, lamentou a gata em entrevista ao prestigiado jornal Washington Post, no auge da sua “fama”.

Sua carreira como atleta continuou apesar da popularidade virtual e Allison conquistou uma bolsa de estudos para competir por uma universidade dos EUA. Por seu talento, e não sua beleza, diga-se. A fama decorrente de uma única foto, entretanto, seguiu a atleta durante toda a carreira universitária. E da pior maneira possível.

Allison vivia com seus pais e evitava sair de casa sozinha. Seu pai, um advogado, chegou ao ponto de checar a internet e as contas da filha diariamente a procura de potencial “perseguidores” de sua filha. E não é para menos.

Allison Stokke é um dos tantos fenômenos de popularidade surgidos graças à internet. Uma foto da morena se preparando para um salto foi registrada e em pouco tempo se espalhou por blogs e sites da rede de computadores. Cerca de um ano depois, a atleta soube de sua “fama” e nunca mais teve sossego, tomando precauções contra supostos fãs que poderiam lhe oferecer algum perigo. Crédito: Reprodução

Aparentemente, tudo a respeito da garota que estivesse na internet era consumido. Um ordinário vídeo de três minutos em que a atleta comenta sua participação em uma competição já tem mais de dois milhões de acessos. Conforme suas fotos se espalhavam pela rede de computadores, a nova musa do esporte norte-americano foi recebendo propostas de ensaios fotográficos de revistas dos EUA, Canadá, Inglaterra e até, pasmem, Brasil!

Allison Stokke soube se manter distante de todas os assédios. Jamais posou para fotos ou ensaios para veículos de imprensa ou publicidade. Manteve o foco na carreira esportiva e hoje, no último ano da Universidade da Califórnia, não conseguiu se classificar sequer para o campeonato nacional de atletismo. Talvez, devesse investir na carreira de modelo. Certamente já teria uma legião de fãs.